Contrate uma palestra!

e-mail: | formulário de contato

Voltar a página inicial Home     Entre em contato Contato     Telefones: (11) 3075.3040 / (11) 99153.7282 (também por WhatsApp)
Tom Coelho - Palestras e Treinamentos Tom Coelho - Palestrante
Tom Coelho Palestras e Treinamentos SIPAT e
Setor Público
Educação e Sistema S Artigos e Publicações Clientes e Parceiros Imprensa Responsabilidade Social
 Minicurrículo        Fotos        Releases        Entrevistas        Assessoria de Imprensa        Certificados


Entrevistas

Empreendedorismo sustentável

23/08/2010 - Empreendedorismo e Inovação


EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL
Jornalista: André Clemente


Folha de Pernambuco – Qual sua posição em relação ao empreendedorismo? O que deve ser feito e quais as práticas a serem adotadas?
 
Tom Coelho – Inicialmente é importante ressaltar que o empreendedorismo não está vinculado exclusivamente à ideia do “negócio próprio”. Assim, você pode ser um empreendedor atuando como executivo ou mesmo no funcionalismo público, adotando atitudes vinculadas a um conjunto de competências técnicas, comportamentais, relacionais e valorativas. O empreendedorismo é uma competência e, como tal, pode ser aprendido e desenvolvido. Mas que fique claro: empreendedorismo é um jeito de ser e não de saber. Está vinculado mais à atitude do que ao conhecimento. Deve ser não apenas compreendido, mas vivenciado. 
 
Mas para quem pretende empreender em um negócio próprio, algumas recomendações são essenciais. Estude o mercado no qual pretende ingressar. Isso envolve concorrência, perfil dos consumidores, características geográficas. Ofereça um produto/serviço de qualidade superior aliado a um atendimento excepcional. Cuide do marketing, desde a imagem institucional até as campanhas de divulgação de sua empresa. E tenha recursos próprios suficientes para bancar ao menos seis meses de operação sem retirada de pró-labore. Um bom plano de negócios é fundamental para balizar você nesta empreitada.
 
Folha de Pernambuco – O que é exatamente empreendedorismo sustentável?
 
Tom Coelho – Compreendido o conceito de empreendedorismo, vamos falar sobre sustentabilidade.
 
O conceito de sustentabilidade foi concebido em 1987 no Relatório Brundtland, nome dado ao documento Nosso Futuro Comum elaborado pela ONU. Na ocasião, definiu-se desenvolvimento sustentável como “aquele que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”. À época, os debates giravam em torno da degradação da ozonosfera, a camada de ozônio que nos protege dos raios ultravioletas, devido a produtos químicos produzidos pelo homem e lançados no ambiente. Mais recentemente, o foco das discussões passou a ser o aquecimento global.
 
A importância do tema reside justamente em compreender nosso papel em legar aos nossos filhos e netos um planeta em condições habitáveis, preservando minimamente o meio ambiente. Assim, precisamos economizar água (um terço da população mundial não tem acesso à água potável hoje e serão dois terços em 2025), usar racionalmente a energia (priorizando fontes energéticas não poluentes, como a energia solar, por exemplo), reciclar o lixo, reduzir a emissão de gases de efeito estufa (em especial o gás carbônico emitido pela queima de combustíveis fósseis), combater o desperdício e aderir ao consumo consciente.
 
O empreendedorismo sustentável consiste em desenvolver uma atividade economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente correta. Contudo, muitas empresas continuam privilegiando apenas o aspecto econômico deste tripé. Algumas promovem ações de responsabilidade social, praticando um marketing social equivocado onde a única preocupação é a imagem institucional no curto prazo e não os benefícios de longo prazo às pessoas envolvidas. Falta para a maioria das empresas compreensão da importância da matéria, além de orientação, preparo e conscientização sobre o impacto crescente do tema na rentabilidade dos negócios.
 
Folha de Pernambuco – Tem relação com o produto que produz ou as ações de produção?
 
Tom Coelho – O conceito não envolve apenas produtos, pois aplica-se também ao setor de serviços. Portanto, tem a ver com um novo capitalismo que equilibra as demandas de lucratividade das empresas e o entorno (equidade social e preservação ambiental). É importante compreender que o crescimento econômico é a tônica e o objetivo de empresas e nações. Porém, para se alcançar um crescimento sustentado, ou seja, que evolui no horizonte do tempo, é imperativo prover condições para fazê-lo.
 
Folha de Pernambuco – Qual o diferencial para quem abre uma empresa deste gênero?
 
Tom Coelho – A sustentabilidade não é uma moda, mas uma tendência. Assim, as organizações que se anteciparem e alinharam-se a estes novos tempos terão como diferencial competitivo a percepção do consumidor de sua preocupação com o meio ambiente e com práticas socialmente responsáveis. Num futuro próximo, esta percepção poderá balizar a decisão de compra do consumidor entre um ou outro fornecedor. Digo num futuro próximo porque no momento o consumidor ainda busca prioritariamente menor preço, ainda que declare apoiar ações sustentáveis ou socialmente responsáveis. Há um claro abismo entre discurso e prática – não fosse assim, o comércio de produtos ilegais (piratas) não seria tão pujante.
 
Folha de Pernambuco – E os custos? São maiores ou menores? Há descontos pra quem adota práticas positivas socioambientais?
 
Tom Coelho – Isso é relativo. Os custos, em princípio, são maiores, pois deve-se buscar matérias-primas certificadas e investir em infraestrutura, por exemplo. Por outro lado, o mercado financeiro já disponibiliza linhas de crédito com taxas de juros mais favoráveis e prazos mais dilatados para empresas que comprovadamente apresentam uma matriz sustentável. O grande desafio é ultrapassar o estágio atual no qual a sustentabilidade ainda não viceja como um princípio valorativo, sendo por conseguinte encarada como custo, não investimento. A prática da sustentabilidade deve ser desenvolvida de dentro para fora e não de fora para dentro. É um processo eminentemente educacional. Assim, não há como um membro da equipe ser sustentável quando está trabalhando se não o for quando estiver em casa ou em sua vida social.
 
Folha de Pernambuco – Como podemos introduzir essa nova prática no dia a dia da empresa?
 
Tom Coelho – Utilizando equipamentos elétricos com menor consumo de energia, substituindo lâmpadas incandescentes por fluorescentes, instalando redutores nas torneiras para diminuir a vazão de água,  utilizando apenas madeira com procedência de origem (certificação FSC) em seu mobiliário, fazendo a reciclagem do lixo e disponibilizando aos consumidores coletores para separação de resíduos, abolindo o uso de sacolas plásticas para embalar produtos.
 
Folha de Pernambuco – Dê dicas de práticas de sustentabilidade e responsabilidade social nas empresas.

Tom Coelho – Alguns exemplos: 
  • construções sustentáveis, com sistema de reaproveitamento de águas pluviais para alimentar o sistema de descarga em banheiros e rega de jardins;
  • aproveitamento de iluminação natural sempre que possível;
  • instalação de vidros isotérmicos que retém calor, mas permitem a passagem da luz ambiente;
  • uso de sistemas de aquecimento solar;
  • instalação de sensores de presença para regular a luminosidade em áreas de passagem;
  • substituição de filtros e regulagem de aparelhos de ar condicionado;
  • uso de tinta atóxica. 
No âmbito da responsabilidade social, convém ressaltar:
  • adoção de políticas afirmativas para combater preconceitos de gênero, raça, credo ou orientação sexual;
  • inclusão de pessoas com deficiência;
  • combate à violência infantil e contra a mulher.


Veículo: Folha de Pernambuco


Leia outras entrevistas

Clientes

Patrocinadores

ComTexto Promo Press - Gráfica off-set e digital Qualidade em Quadrinhos Siamar - Recursos para treinamento Success Tools - Soluções para você e seu negócio TTI SUCCESS INSIGHTS – Pensou em assessment, pensou na gente TW Latin America - Soluções para internet
tom coelho © 2019 - todos os direitos reservados.

Desenvolvido e
hospedado por
tw Soluções para internet
Servidores dedicados, em nuvem e desenvolvimento
www.tw.com.br