Contrate uma palestra!

e-mail: | formulário de contato

Voltar a página inicial Home     Entre em contato Contato     Telefones: (11) 3075.3040 / (11) 976.274.546
Tom Coelho - Palestras e Treinamentos Tom Coelho - Palestrante
Tom Coelho Palestras e Treinamentos SIPAT e
Setor Público
Educação e Sistema S Artigos e Publicações Clientes e Parceiros Imprensa Responsabilidade Social
Artigos       Livros       Vídeos       Parábolas


Artigos e Publicações

Idiotas e zumbis



"Os sábios aprendem com os erros dos outros,
os tolos com os próprios erros
e os idiotas não aprendem nunca."

(Provérbio chinês)


Um estudante morre após sofrer coma alcoólico. Um juiz é afastado por usar um bem apreendido. Um motorista digita no celular enquanto dirige. O que estes episódios têm em comum?
 
Em Bauru, o estudante de engenharia Humberto Moura Fonseca, de 23 anos, sofreu parada cardiorrespiratória após ingerir cerca de 30 doses de vodca, o equivalente a uma garrafa e meia. Ele participava de uma competição absurda para celebrar quem tinha capacidade de beber álcool em maior quantidade.
 
A idiotice da situação não se restringe ao morto. Envolve os outros seis colegas que também passaram mal (três deles sendo internados em UTI) e todos os demais participantes, incluindo os que estavam no entorno, registrando com seus celulares e postando em mídias sociais a imbecilidade da disputa como se fosse um ato admirável. A competição havia sido anunciada publicamente e a festa não foi interrompida mesmo após o registro de óbito. Todos, sem exceção, são igualmente idiotas e cúmplices por omissão.
 
Pergunto-me: o que acontece no meio estudantil nos tempos atuais? Não importa se a faculdade é pública ou privada, de alto ou baixo poder aquisitivo. Não importa a região geográfica ou o tipo de curso. Em lugar da preponderância do estudar, do aprender, o que vemos é a recorrência dos trotes e a ocorrência de festas regadas a atos de violência, com estupros e mortes.
 
No Rio de Janeiro, o juiz federal Flávio Roberto de Souza foi afastado do cargo, e está sob investigação, após ser flagrado dirigindo um dos veículos apreendidos do réu Eike Batista, além de ter determinado que um piano do empresário ficasse sob a guarda de um vizinho seu. O magistrado feriu o princípio básico da imparcialidade e provocou a suspensão de todos os processos sob sua tutela. Detalhe: embora afastado, continuará a receber seus vencimentos.
 
Em São Paulo, um motorista de ônibus foi filmado utilizando as duas mãos para se comunicar pelo WhatsApp com o veículo em movimento transportando dezenas de passageiros. Um ato de irresponsabilidade extrema, cada vez mais praticado por pessoas que vivem como zumbis conectados aos seus eletrônicos e desconectados da vida. Não são mortos-vivos, mas sim vivos-mortos.
 
O que há em comum entre estes três episódios? A educação, ou melhor, a falta dela. Uma dose de vodca oferece prazer, 30 doses, a morte. O poder de um juiz deve ser canalizado para o bem, não para benefício próprio. A tecnologia facilita a vida, aproxima pessoas, compartilha conhecimento, mas a mesma vida não se restringe a bits e bytes.
 
A palavra “idiota”, oriunda do latim, remete a “falta de instrução”. Certamente não falta a estudantes universitários acesso a informação, não falta a um juiz federal conhecimento dos fundamentos éticos, não falta a um motorista entendimento do risco ao qual está se submetendo. Falta a todos o mínimo de discernimento, bom senso e respeito.
 

Data de publicação: 13/03/2015


Tom Coelho é educador, palestrante em temas sobre gestão de pessoas e negócios, escritor com artigos publicados em 17 países e autor de nove livros. Contatos: atendimento@tomcoelho.com.br. Visite www.tomcoelho.com.br, www.setevidas.com.br e www.zeroacidente.com.br.




Artigos relacionados

  • O país da corrupção
    A corrupção não está restrita ao cenário político-econômico. Ela está presente em nossa cultura, em ações ilícitas praticadas em busca de benefícios pessoais.
     
  • A força da vocação
    10 lições de empreendedorismo de Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica.
     
  • Coragem para mudar
    Temos o hábito de dar importância a desconfortos, mágoas e ressentimentos, quando precisamos aprender a valorizar o que realmente importa.
     
  • Anatomia do amor
    Uma reflexão sobre o que realmente importa.
     
  • Tragédia não é fatalidade
    Fatos do naufrágio em Cananéia/SP e o que deve ser feito para evitar que este tipo de tragédia se repita.
     
  • Tempo perdido
    Jogamos no lixo 19 dias por ano apenas com deslocamento entre casa e trabalho.
     
  • Ócio improdutivo
    Um trabalhador brasileiro chega a passar quase 40% do ano sem nada produzir. E o grande número de feriados contribui muito com tais estatísticas.
     
  • Celebre sua vida
    A inocência e a pureza de uma criança são suficientes para ensinar aos adultos a importância de valorizar cada novo dia.
     
  • Síndrome de planejamento
    A falta de planejamento compromete nossos resultados e pode levar à frustração.
     
  • Geração sem-sem
    Uma reflexão sobre os novos hábitos das pessoas no uso da tecnologia digital.
     

Procura de artigos


Categorias


Traduzir / Translate



Ao redor do mundo


Hoje os artigos de Tom Coelho são publicados regularmente por mais de 800 veículos, com divulgação em 17 países: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Uruguai, Venezuela, Panamá, México, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Itália, Cabo Verde e Japão.

Brasil Argentina Bolívia Chile
Colômbia Uruguai Venezuela Panamá
México Estados Unidos Portugal Espanha
Inglaterra França Itália
Cabo Verde Japão


Clientes

Patrocinadores

ComTexto Promo Press - Gráfica off-set e digital Qualidade em Quadrinhos Siamar - Recursos para treinamento Success Tools - Soluções para você e seu negócio TTI SUCCESS INSIGHTS – Pensou em assessment, pensou na gente TW Latin America - Soluções para internet
tom coelho © 2017 - todos os direitos reservados.

Desenvolvido e
hospedado por
tw Soluções para internet
Servidores dedicados, em nuvem e desenvolvimento
www.tw.com.br