Contrate uma palestra!

e-mail: | formulário de contato

Voltar a página inicial Home     Entre em contato Contato     Telefones: (11) 3075.3040 / (11) 976.274.546
Tom Coelho - Palestras e Treinamentos Tom Coelho - Palestrante
Tom Coelho Palestras e Treinamentos SIPAT e
Setor Público
Educação e Sistema S Artigos e Publicações Clientes e Parceiros Imprensa Responsabilidade Social
Artigos       Livros       Vídeos       Parábolas


Artigos e Publicações

Terrorismo silencioso



"Há fome de humanidade entre nós. Por sorte, somos um povo que ainda é capaz de sentir, mudar, impedir que o desastre se consuma, o suicídio social."
(Herbert de Souza, o Betinho)


Charlie Hebdo. Este é o assunto recorrente desde a virada do ano. Em Paris, quase quatro milhões de pessoas saíram às ruas para protestar, naquela que é considerada a maior manifestação da história da França. Chefes de Estado de cerca de 50 países estiveram presentes neste ato. A imprensa de todo o mundo tem promovido ampla cobertura dos fatos e a primeira edição do jornal satírico após o ataque ocorrido em 7 de janeiro atingiu a marca de cinco milhões de exemplares, mais de 80 vezes a circulação convencional de 60 mil.
 
Há uma comoção popular e mundial, justificável porque qualquer ato de violência deve ser repudiado. Dentro deste contexto, poderíamos debater os limites da liberdade de expressão quando uma religião é insultada, como foi o caso, ou analisar as reações desmedidas do público, notadamente nas mídias sociais, generalizando sua indignação com uso de expressões como “negro sujo” ou “árabes imundos”. Entretanto, gostaria de promover uma reflexão sobre outros tipos de terrorismo que nos rodeiam e contra os quais pouco tem sido feito.
 
No Brasil, por exemplo, mais de 40 mil pessoas morrem todos os anos em acidentes de trânsito, enquanto outros 170 mil são feridos, segundo o Ministério da Saúde. Somos o quarto país no mundo, entre 183 nações, em número absoluto de óbitos no trânsito, perdendo apenas para China, Índia e Nigéria. Trata-se de uma autêntica guerra civil que para ser remediada depende de investimentos em infraestrutura e em educação. Mas você já viu alguma manifestação exigindo: transporte público de qualidade para reduzir o fluxo de automóveis; manutenção e sinalização adequadas de ruas, estradas e calçadas; disciplinas no ensino médio orientando os jovens sobre como se portar no trânsito? Na verdade, o que vemos são medidas paliativas como a implantação de uma indústria de radares, preocupada em obter arrecadação com multas em lugar de prevenir acidentes.
 
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 805 milhões de pessoas no mundo não se alimentam em quantidade suficiente para serem saudáveis, sendo que uma em cada nove pessoas vai dormir com fome todos os dias. A Inter-agency Group for Child Mortality Estimation (IGME) estima que apenas US$ 0,25 por dia seriam suficientes para garantir a uma criança acesso a todos os nutrientes e vitaminas necessários ao crescimento saudável. Mas enquanto guerras e corrupção grassam pelo planeta, quantas são as manifestações efetivas – e não conduzidas por grupos temáticos e pontuais – que observamos e são divulgadas pela mídia com intuito de mitigar fatos como estes?
 
Como tantos outros, guardo luto pelas famílias das vítimas do Charlie Hebdo. Mas há um terrorismo silencioso, constante e disseminado em nossa sociedade que carece de maior atenção, divulgação e ação. E as vítimas também são Charlie.



Data de publicação: 16/01/2015


Tom Coelho é educador, palestrante em temas sobre gestão de pessoas e negócios, escritor com artigos publicados em 17 países e autor de nove livros. Contatos: atendimento@tomcoelho.com.br. Visite www.tomcoelho.com.br, www.setevidas.com.br e www.zeroacidente.com.br.




Artigos relacionados

  • O país da corrupção
    A corrupção não está restrita ao cenário político-econômico. Ela está presente em nossa cultura, em ações ilícitas praticadas em busca de benefícios pessoais.
     
  • A força da vocação
    10 lições de empreendedorismo de Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica.
     
  • Coragem para mudar
    Temos o hábito de dar importância a desconfortos, mágoas e ressentimentos, quando precisamos aprender a valorizar o que realmente importa.
     
  • Anatomia do amor
    Uma reflexão sobre o que realmente importa.
     
  • Tragédia não é fatalidade
    Fatos do naufrágio em Cananéia/SP e o que deve ser feito para evitar que este tipo de tragédia se repita.
     
  • Tempo perdido
    Jogamos no lixo 19 dias por ano apenas com deslocamento entre casa e trabalho.
     
  • Ócio improdutivo
    Um trabalhador brasileiro chega a passar quase 40% do ano sem nada produzir. E o grande número de feriados contribui muito com tais estatísticas.
     
  • Celebre sua vida
    A inocência e a pureza de uma criança são suficientes para ensinar aos adultos a importância de valorizar cada novo dia.
     
  • Síndrome de planejamento
    A falta de planejamento compromete nossos resultados e pode levar à frustração.
     
  • Geração sem-sem
    Uma reflexão sobre os novos hábitos das pessoas no uso da tecnologia digital.
     

Procura de artigos


Categorias


Traduzir / Translate



Ao redor do mundo


Hoje os artigos de Tom Coelho são publicados regularmente por mais de 800 veículos, com divulgação em 17 países: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Uruguai, Venezuela, Panamá, México, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Itália, Cabo Verde e Japão.

Brasil Argentina Bolívia Chile
Colômbia Uruguai Venezuela Panamá
México Estados Unidos Portugal Espanha
Inglaterra França Itália
Cabo Verde Japão


Clientes

Patrocinadores

ComTexto Promo Press - Gráfica off-set e digital Qualidade em Quadrinhos Siamar - Recursos para treinamento Success Tools - Soluções para você e seu negócio TTI SUCCESS INSIGHTS – Pensou em assessment, pensou na gente TW Latin America - Soluções para internet
tom coelho © 2017 - todos os direitos reservados.

Desenvolvido e
hospedado por
tw Soluções para internet
Servidores dedicados, em nuvem e desenvolvimento
www.tw.com.br